© 2019 Idealização e design by Marketing Automatiza Jr.

O que é Automação?

Atualizado: 26 de Out de 2018

Automação (do latim Automatus, que significa mover-se por si) é um sistema automático de controle pelo qual os mecanismos verificam seu próprio funcionamento, efetuando medições e introduzindo correções, sem a necessidade da interferência do homem.

O maior benefício da automação é a economia no trabalho; No entanto, também é usado para economizar energia e materiais e para melhorar a qualidade e precisão.

É chamado de robótica industrial o sub-ramo na automação industrial que auxilia em vários processos de fabricação. Tais processos de fabricação incluem usinagem, soldagem, pintura, montagem e manuseio de materiais para citar alguns. Os robôs industriais utilizam vários sistemas mecânicos, elétricos e de software para permitir alta precisão e velocidade que excedem em muito qualquer desempenho humano. O nascimento do robô industrial veio logo após a Segunda Guerra Mundial como os Estados Unidos viram a necessidade de uma maneira mais rápida de produzir bens industriais e de consumo.

  • Vantagens

  1. Substitui o trabalho físico ou monótono duro;

  2. Tarefas em ambientes perigosos, como temperaturas extremas ou atmosferas radioativas ou tóxicas podem ser feitas por máquinas;

  3. Produção mais rápida e custos de mão-de-obra mais baratos;

  4. A automação pode ser mantida com simples verificações de qualidade;

  5. Pode executar tarefas além das capacidades humanas.

  • Limitações atuais

  1. Reconhecimento de padrões em nível humano;

  2. Compreensão de linguagem e capacidade de produção de linguagem estão muito além das capacidades dos modernos sistemas mecânicos e de computadores;

  3. Tarefas que requerem avaliação subjetiva ou síntese de dados sensoriais complexos, tais como aromas e sons, bem como tarefas de alto nível, como planejamento estratégico, atualmente requerem conhecimentos humanos.

  • Relacionamento com o desemprego

Baseado numa fórmula de Gilles Saint-Paul, economista da Universidade Toulouse, a procura de capital humano não qualificado declina a um ritmo mais lento do que a procura de capital humano qualificado. A longo prazo e para a sociedade como um todo, tem levado a produtos mais baratos, menores horas de trabalho médio, e novas indústrias formando (ou seja, indústrias de robótica, indústrias de computadores, indústrias de design). Essas novas indústrias fornecem muitos empregos baseados em alta qualificação salarial para a economia.


Kauê Delazzeri